Poço de Jacó

Grupo de Oração de Experiência de Cura e Libertação

 

Todos os que servem ao Senhor Deus de Abraão, de Isaac e Jacó, de alguma forma, são chamados de Deus, escolhidos e enviados a servir na vinha do Senhor: a Igreja Uma, Santa, Católica e Apostólica. “Não basta que sejas meu servo para restaurar as tribos de Jacó e reconduzir os fugitivos de Israel; para propagar minha salvação até os confins do mundo” (I 49,6).

 

Eis como nasceu o Grupo de Oração de Experiência de Cura e Libertação – “Poço de Jacó”: No princípio do terceiro milênio havia uma efervescência espiritual de profecias, visões, curas, libertações, milagre e prodígios; de modo que a Igreja através da Renovação Carismática Católica vivia em constantes expectativas; porque tudo isso se voltava como uma resposta de Deus as orações do Papa João XXIII, através do Concílio Vaticano II (1962/65): Dizia o Papa em suas orações: “Senhor, envia um novo Pentecostes para tua Igreja!...”

 

Então, através da vida de oração da serva do Senhor, Maria Zuleica, o Senhor Jesus Cristo, do seio dessa efervescência espiritual, falou-lhe ao coração muitas coisas. Entre elas, Zuleica começou a ouvir em seu coração o chamado do Senhor Jesus Cristo: “Filha, tenho uma obra nova para vocês”.

 

Em cada momento que o Senhor Jesus lhe repetia estas palavras ao seu coração, Zuleica me comunicava (João Porto, seu esposo) o ocorrido. Mas, quando o Senhor Jesus lhe falou pela terceira e última vez, confessamos que ficamos bastante preocupados. Entretanto, sabíamos que é próprio do Senhor Jesus, chamar e conceder a missão, conforme sua graça e vontade, através do Espírito Santo. (I Cor 12,4-6).

 

“Eu vos envio como ovelhas no meio de lobos. Sede, pois, prudentes como as serpentes, mas simples com as pombas. Cuidai-vos dos homens. Eles vos levarão aos seus tribunais e açoitar-vos-ão com varas nas suas sinagogas” (Mt 10,16-17). “Sede misericordiosos, como também vosso Pai é misericordioso” (Lc 6,36) “Anunciar o Evangelho não é glória para mim; é uma obrigação que se me impõe. Ai de mim, se eu não anunciar o Evangelho” (I Cor 9,16),

 

As coisas de Deus são assim!... Por três vezes o Senhor chamou: Samuel! Samuel! Por três vezes o Senhor disse a sua serva Zuleica: “Tenho uma obra nova para vocês”!

 

Dentro do contexto desse chamado, buscamos orar, meditar e compreender, por discernimento, qual seria a vontade do Senhor. Assim, chegamos ao conhecimento da vontade do Senhor: um “Grupo de Oração de Experiência de Cura e Libertação”. Posteriormente, o Senhor lhe falou: “Coloquem o nome de “Poço de Jacó”.

 

No interregno de mais ou menos sete meses, entre o chamado do Senhor e o discernimento em busca de conhecer qual seria a sua vontade sobre o que deveríamos viver como obra de sua vontade, o Senhor continuava a falar muitas coisas, inclusive através de visões, profecias etc.

No entanto, registramos, abaixo, do seio de muitas manifestações e revelações do Senhor Jesus, apenas uma pequena amostra: - Certa vez, quando participávamos da Santa Missa da Comunidade “Deus Conosco”, no momento da comunhão do pão Eucarístico, o Senhor Jesus mostrou-lhe sobre o altar o seu Coração, que sangrava muito!... Zuleica, então, disse-lhe: o que significa, Senhor? O Senhor Jesus lhe respondeu: “Meu coração sangra de dor pela ingratidão dos homens!... Evangelizem o meu povo... Tenho sede de almas... evangelizem o meu povo!... Eis que o tempo de minha vinda é breve... já se dá para ouvir os ruídos dos meus passos!... Tenho pressa!

 

Diante dessa realidade de vida do povo de Deus, manifestada pelo Senhor Jesus Cristo, sem falar sobre o assunto, procuramos o nosso Coordenador e da Comunidade, o Sr. Marcos Rômulo, e, então, lhe pedimos os espaço da segunda-feira à noite para a obra que o Senhor nos ordenara.

 

Mediante o consentimento da Comunidade (Associação Católica Deus Conosco) e convidando todas as maravilhosas conselheiras do Senhor, iniciamos o movimento da vontade do Senhor, com cerca de aproximadamente treze (13) pessoas. Já naquela primeira noite o Senhor fez curas maravilhosas. Assim, dentro de pouco tempo, as noites de segunda-feira da Comunidade eram freqüentadas por mais de cento e vinte pessoas, momentos em que o Senhor Jesus operava maravilhas, conforme sua ordem e promessa: “Evangelizai o meu povo!”

 

Texto: João C. Porto

Slide5_edited
Slide2_edited
Slide6_edited
Slide3_edited
Slide4_edited
Slide1_edited
Slide9_edited
Slide8_edited
Slide12_edited
Slide11_edited
Slide7_edited
Slide10_edited
Slide13_edited
Slide14_edited
Slide15_edited

Somos uma igreja com fé missionária e orante, que está disposta a agir conforme os dons do Espírito Santo.

"Eis que estou à porta e bato: se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele comigo."

Ap 3:20

(85) 3051-2309

 

Av. Bezerra Menezes, 1256 - São Gerardo - Fortaleza - Ceará

 

secretariapsg@outlook.com

pascomisgm@gmail.com

  • Google Places - Círculo preto
  • Google+ - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle

© 2017 PASCOM SÃO GERARDO MAJELLA